quarta-feira, 13 de maio de 2009

A Fanfarra dos Bombeiros

Apesar de ter existido uma primeira fanfarra, composta apenas por um terno de cinco clarins, entre 1946 e 1954, a actual Fanfarra dos Bombeiros Voluntários de Montemor-o-Novo foi criada em 1972 pelo bombeiro António Lambuça, conjuntamente com José Guerra, João Coelho (actual comandante) e Florindo Pais (actual chefe da Fanfarra). O grupo inicial era composto apenas por dez elementos, e as dificuldades financeiras eram muitas, mas o entusiasmo e determinação eram maiores ainda, e, com o esforço do Comandante Fragoso, do 2º Comandante Rabino, do Presidente António Borges, e de algumas outras individualidades, a Fanfarra cresceu rapidamente e teve a sua primeira apresentação logo pelo aniversário da corporação e a sua primeira saída ( a Lavre) pela altura das festas da Vila.
Desde 1973 que a Fanfarra integra elementos de ambos os sexos, e chegou mesmo a existir uma Fanfarra juvenil, que entretanto teve que acabar devido aos custos com fardamentos serem muito elevados.
O Chefe Florindo Pais é o homem que está à frente da Fanfarra, à qual tem entregue todo o seu esforço e dedicação, ao longo dos seus 37 anos de existência, da qual Montemor muito se orgulha.

3 comentários:

Ana Lúcia Porto disse...

Acho muito bonita esse tipo de comemoração...
Lembro-me das vezes em que minha própria mãe ensaiava os alunos da escola onde era diretora. Inclusive, ganhou em primeiro lugar num concurso de melhor fanfarra, onde incluia o repertório e a vestimenta. Foi uma alegria enorme, ainda mais por se tratar de escola pobre. Foi uma luta muito grande a dela. Lembrança que os alunos jamais esquecerão, nem eu...
Gostoso foi relembrar...
Beijosss,
Ana Lúcia.

chaparro disse...

Bela homenagem esta feita aqui aos homens da PAZ... palavras pra quê!

Ana disse...

É sem dúvida uma grande homenagem feita a esses homens que voluntariamente ajudam todos os que precisam pondo muitas vezes a sua vida em perigo.
Gosto muito de fanfarras dos bombeiros, acho muito bonito o desfile que costumam fazer.
Em Ílhavo há muitos jovens, tanto rapazes como raparigas que fazem parte daquela corporação de bombeiros voluntários e que gostam de tocar e desfilar nas festas das redondezas e até noutras terras para que são convidados.
Adorei esta tia reportagem com belas fotos.
Um grande beijinho,
Ana Paula